contato Departamento de Conservação e Restauro corpo Técnico Crédito

           Estou: home > Frades Capuchinhos > Estampa do Sagrado Coração de Jesus

  A Basilica
  Símbolos Basilicais
  Histórico - Arquivo
  Frades Capuchinhos
  Elementos Artísticos
  Conhecendo a Basílica
  Conservação e restauro
  Obras Novas
  Cartas Patrimoniais
  Artigos sobre restauro
  Links
 
  Página Principal
 






 

A comunidade paroquial teve oportunidade de conhecer, durante a celebração das 16:00h, no dia 5 de julho de 2004, um quadro do Sagrado Coração de Jesus, de importância histórica para os capuchinhos, restaurado pelo jovem artista e restaurador Danilo Brás dos Santos. Trata-se de uma estampa presenteada pelo Papa Leão XIII aos quatro frades fundadores da Missão Capuchinha de São Paulo. Em audiência pontifícia de 4-5 de agosto de 1.889, Frei Félix de Lavalle, superior do grupo de missionários, recebeu-a das mãos do Papa. Aos 6 de outubro chegaram ao Rio de Janeiro.

Durante 114 anos a estampa ficou exposta à veneração popular na igreja e no refeitório do Convento Coração de Jesus, em Piracicaba. Agora, quando se celebra o Jubileu de Ouro da Província dos Capuchinhos de São Paulo, criada aos 8 de dezembro de 1.953, Danilo Brás restaurou a estampa, com reconhecida competência. De inspiração renascentista, ela não tem um precioso valor artístico, mas enorme importância para a memória histórica dos Frades Capuchinhos.

Leão XIII (1.878 - 1.903) consagrou o mundo ao Sagrado Coração entre as celebrações do Ano Jubilar de 1.900, promovendo-lhe a devoção. Os historiadores consignam a Leão XIII o mérito da reconciliação da Igreja com a modernidade, pela superação de atitudes papais reacionárias, em relação ao emergente mundo moderno, próprias dos pontífices anteriores a ele. Porém seu maior mérito está em ser o primeiro papa que expôs uma doutrina social da Igreja católica, na encíclica "Rerum Novarum" (Das coisas novas) em 1.891, estabelecendo igualdade de condições entre capital e trabalho, entre empregadores e empregados.